Wednesday, June 25, 2014

Jean-Luc Basttard: A Ruindade em Si

Adorei a França hoje. Até chorei lindas lágrimas de crocodilo durante a Marselhesa. Não é possível desconstruir tanta ruindade. Tentando achar um denominador comum para explicar o show de horrores, achei três: Sagna em campo, Arsene Wenger na torcida e a Muralha marrenta equatoriana no gol, que refutou em slow motion a lei de Neymarra pegando todos os petelecos chutados em cima dele. Enquanto isso o midget Shakiri arrebentou embananando os bananeiros.

Jean-Luc Basttard não gosta de bananas, só de crepes com bananas.

1 comment:

Anonymous said...

Malandro é malandro, mané é mané:

http://economia.uol.com.br/noticias/bbc/2014/06/25/britanicos-tem-prejuizo-milionario-ao-comprar-terras-no-brasil.htm