Friday, June 27, 2014

A Hegemonia da Esquerda na Imprensa Brasileira

Excelente artigo de Rodrigo Constantino:" Há poucas coisas mais absurdas do que a acusação que o PT em particular e a esquerda em geral fazem contra a imprensa nacional. Acusam-na de ser “conservadora”, a tal “mídia golpista” que adoraria odiar Lula e o PT, “defensores dos pobres” (risos). Paradoxalmente, esta imprensa poderosa não impediu a permanência do PT no poder por 12 anos (e que sejam os últimos!).A “imprensa conservadora” é uma invenção canhota, um mito criado pela esquerda. Faz parte inclusive de uma estratégia inteligente, que funciona: com receio de serem “acusados” de conservadores, os grandes veículos de imprensa lotam ainda mais suas redações com esquerdistas. Quanto mais radicais forem, melhor! Tudo para posarem de “neutros”, na esperança de serem deixados em paz pelos críticos vorazes.(...) Quando alguém como Boulos é comparado com alguém como Reinaldo Azevedo, cada um representando um “extremo” do espectro ideológico, então é porque a esquerda radical já teve sucesso em sua estratégia das tesouras. Já levou o centro tão para a esquerda que os inocentes úteis acreditam que “moderado” é um PT ou um PSOL da vida! E ainda repetem como papagaios que o PSDB, um partido de centro-esquerda social-democrata, representa a “direita neoliberal”.Nada mais falso. O PT nunca foi moderado, e o PSOL é o PT de ontem, extremamente radical. Os tucanos não são nem liberais, nem de direita. E a imprensa não é conservadora, nem aqui, nem na China. A maioria dos jornalistas tem inclinação “progressista”, e o mesmo vale para os colunistas.A cobertura das notícias acaba com um viés claramente esquerdista. O duplo padrão é evidente. Os que condenam “ambos os extremos” não se dão conta de que só há um extremo de verdade. Cadê o “Guilherme Boulos” do “outro lado”?"

1 comment:

Anonymous said...

http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2014/06/justica-julga-valida-demissao-com-justa-causa-por-curtida-no-facebook.html