Friday, February 27, 2009

Tridimensional Voadora

CARAL@$%!!??!

USP: A Catedral do Comunismo Brasileiro

Diogo Mainardi chama a USP de "Vichy do petismo. É dominada pelos colaboracionistas do regime. Uma hora, os professores doutrinam os estudantes. Outra hora, eles montam a plataforma eleitoral do partido. Outra hora, assumem cargos no Palácio do Planalto". A USP, especialmente suas ciências humanas e sociais, foi aparelhada pelos comunistas para criar um exército de idiotas úteis, muitos deles se auto-denominam intelectuais. Sua função é criar um ambiente cultural limitado em que apenas idéias socialistas possam ser consideradas, além, é claro, de doutrinar o resto da população menos educada. O principal órgão de comunicação dessa elite socialista formada na USP era o Pravda brasileiro, A Folha de São Paulo, mas parece que a coisa degringolou e os comunas não querem mais nada com esse jornal. De acordo com Mainardi, no mesmo artigo, “O melhor a fazer é tirar-lhes a voz, na "Folha de S. Paulo" e no resto dos jornais. Só assim Vichy cairá”. O SB discorda. O melhor a fazer é simplesmente tornar a USP uma universidade paga, principalmente em cursos como os de Filosofia, Sociologia, Jornalismo e outros diretamente comprometidos com o ideário partidário e com a doutrinação socialista. Assim os alunos que querem ser conscientemente doutrinados pelo menos serão responsáveis pelo custo de sua imbecilização. Outros alunos que querem conhecimento e ciência terão incentivos para cursar cursos sérios em que a doutrinação socialista não tem vez.

Auto-Ajuda: Crescimento Espiritual

Para crescer como ser humano.

Verbinha para a Revolução

Governo repassou ilegalmente R$49 milhões para movimentos sociais que invadem terras.

Armandinho de Oliveira

Assim não dá, sem condições, estudante brasileiro tem que se graduar, fazer mestrado e doutorado em picaretagem, malandragem e bandidagem aqui mesmo, nada de ir pro exterior. Estudante brasileiro preso suspeito de forjar proprio sequestro em Buenos Aires.

Monday, February 23, 2009

O Oscar e a Glauberização de Hollywood

Ao longo dessa década o público foi atacado pela Glauberização de Hollywood, dirigida e monopolizada por idiotas úteis, com uma clara agenda política de esquerda. Filmes, diretores e atores absolutamente medíocres foram premiados com um Oscar, independentemente de seu valor artístico, apenas por glorificar causas, pessoas, temas claramente socialistas. O mais recente acinte foi premiarem mais uma vez Sean Penn como melhor ator. A doença de Hollywood é tão grave que até mesmo um Caetano Veloso foi nomeado para um Oscar !?! Todavia, segundo Pedro H. Albuquerque, não há o que temer, pois poderia ser bem pior.

A Selva Sempre Surpreende

A gente pensa que é impossivel piorar, mas sempre quebra a cara.

Sunday, February 22, 2009

Porradão

Igor T do blog A Mosca Azul não perdoa:"do pequeno clube que previu o estouro da bolha, nem Nouriel Roubini, nem Peter Schiff, nem Taleb acham o bailout uma boa idéia. Agora, tendo ignorado esses caras, economistas de grandes agências dão pitacos intervencionistas. Terno e gravata é definitivamente o uniforme do picareta e dos vendedores de enciclopédia. Não só a economia, mas os economista também estão em crise de crédito".

Da Melhor Procedência e Qualidade

Olho D’água das Flores, localizada nos Highlands das Alagoas, produz um whiskinho nacional dos bons, confira aqui. E nego ainda fala mal do Paraguay. Alagoas é um Paraguay com steroids e Ph.D. em bandidagem, roubalheira e calhordice.

Friday, February 20, 2009

Já Vai Tarde

Morre um típico representante do primitivo capitalismo brasileiro: Picareta, bandido, sonegador de imposto, assassino e político.

A Estarrecedora Estatística da Extinção Humana

Não há nada pior, mais letal para a espécie humana do que um governo revolucionário. Olavo de Carvalho comenta as estatísticas de Rudolph J. Rummel sobre assassinatos em massa e conclui: "O total sobe a aproximadamente 205 milhões de mortos. Tudo ao longo de um só século. As duas guerras mundiais somadas mataram 60 milhões de pessoas, entre combatentes e civis. A Peste Negra, de 541 até 1912, matou 102 milhões. Nada, absolutamente nada no mundo se compara ao instinto mortífero dos governos revolucionários. A promessa de um “outro mundo possível” transformou-se no mais letal pesadelo que a humanidade já viveu ao longo de toda a sua história".

A Bandidagem Jurídica

Poucos se perguntam porque a justiça na selva é falha, é uma vergonha. Qualquer explicação séria deve acentuar o papel dos interesses privados da classe jurídica onde nepotismo é regra, não só como cabide de empregos para familiares e apaniguados, mas também nos processos em que advogados, filhos de juízes, atuam nos tribunais dos próprios pais

Entrevista com Guillermo Calvo

Fascinante entrevista com o maior economista argentino Guillermo Calvo na Macroeconomic Dynamics em 2005. A entrevista mostra claramente como brilhantes idéias são geradas, de particular importância é o ambiente acadêmico, os contatos pessoais, os efeitos da network. A história de Calvo liga outros excelentes economistas argentinos Julio Olivera, Carlos Díaz-Alejandro, Carlos Rodriguez, e Miguel Sidrauski, passa pelo brasileiro Edmar Bacha e chega a Cass, Stiglitz, Prescott, Koopmans e Phelps entre outros.

Troféu Óleo de Peroba

Realmente, não há como não admirar a cara de pau genuína, integral, Paulinho Paiakan garantida, dessa galera de finanças. Este video mostra um desses profissionais absolutamente indignado com o pacote de estímulo, como se ele fosse uma vítima, um professional sério, trabalhador e honesto que vai ter que pagar a conta de vagabundos, de um problema que não é dele. Impagável!

Thursday, February 19, 2009

Entubando a Picaretagem Financeira: Don't Mess with the IRS

Governo americano processa o UBS: Regulators charge that the Swiss bank holds 52,000 secret accounts that could contain nearly $15 billion in untaxed assets

O Efeito LBV

O efeito LBV [Louca-Burra-Vadia] foi descoberto há anos por uma miríade de profissionais, entre eles economistas, psicólogos e frequentadores de boteco. Ele explica o comportamento da brasileira representativa, aquela safada picareta e vadia que dá pra qualquer um, demente de uma histeria constante, e burra como um jumento lusitano. Proctologistas consagrados atribuem o desequilíbrio mental ao limitado movimento intestinal, uma constipação crônica, ou talvez a hemorróidas, não necessariamente geradas por uma alimentação condimentada. Colunistas sociais descrevem a burrice como um saudável atributo, caracterizado pela inaptidão para entender o que seja restrição orçamentária e a incapacidade de distinguir entre o público e o privado. Famosos compositores da bossa nova já apreciaram a sensualidade da mulher brasileira, geralmente marcada por celulites mais profundas que a filosofia de Heidegger. Enfim, o SB pergunta se o efeito LBV é apropriado para explicar este caso.

A Pesquisa de Economia no Brasil

Excelente artigo de Walter Novaes na Revista Brasileira de Economia sobre incentivos para publicação no Brasil.

Direitos Humanos para Terroristas

Judges award Abu Qatada £2,500 compensation for 'unfair' detention.

As Carroças Inglesas

O público inglês, acostumado a vegemite [oops, engano, esse é o lixo australiano, Marmite é o extrato de merda inglês], é obrigado a pagar mais caro para ter o prazer de andar nos piores trens da Europa, numa estrutura ferroviária envelhecida, caquética, centenária. A única coisa que a privatização das ferrovias gerou foi o aumento das tarifas. Entre as explicações desse fenômeno está a incapacidade do público inglês de exigir alternativas de transporte, como mais rodovias.

Tuesday, February 17, 2009

Sunday, February 15, 2009

O Fim da Picada: A Roubalheira no BID

Bancos de desenvolvimento entraram na farra financeira, como o BID. Responsabilidade de um grupelho de incompetentes: "Managing the IDB's portfolio is a small group of traders working out of a Wall Street-style trading room on the eighth floor of the bank's headquarters, a few blocks from the White House. In the past decade, those traders turned to the same risky asset-backed and mortgage-backed securities that generated the economic quicksand bedeviling much of the financial world today".

Friday, February 13, 2009

Entrevista com Adolfo Sachsida: "Economista Não Foi Feito Para Ser Amado, Mas Para Ser Temido"

O professor de economia da Universidade Católica de Brasilia, Adolfo Sachsida, fez contribuições significativas nas áreas de macroeconomia aberta, economia do trabalho, desenvolvimento econômico e economia do crime e terrorismo. Ele se encontra entre os economistas mais produtivos do Brasil. Na entrevista abaixo ele fala da crise e do papel dos economistas e profissionais de finanças.

1) Qual o papel da incompetência, desonestidade, desconhecimento dos economistas nessa crise?

Resposta) Acho que o nosso papel foi grande em gerar a crise, mas maior ainda em propagá-la. As respostas fornecidas por um grande número de economistas simplesmente contradizia princípios econômicos consagrados, e certamente contribuiu muito para o agravamento da crise em vários países.

Um detalhe que devemos admitir é que um bom número de economistas simplesmente desconhece a teoria. Desconhecem fatos básicos do funcionamento do mercado. Mas isso em si é um mal menor, pior do que o deconhecimento é a incompetência. Incompetente é um indivíduo que além de não ter conhecimento ainda por cima é propenso ao risco. Um exemplo claro disso são os vários recém-graduados em economia que trabalham no mercado financeiro. Converse com eles e você ouvirá os mais completos absurdos ditos com a mais absoluta convicção. Mas o pior mesmo é a imensa desonestidade dos economistas. Desonestidade esta que muitas vezes sacrifica o raciocínio econômico pela visão política, e pelo desejo imenso de agradar algum grupo.

Some-se o desconhecimento, e a incompetência, de alguns economistas de mercado com a desonestidade de vários economistas acadêmicos e teremos um ambiente propício ao desastre econômico que está por vir. Para finalizar meu argumento gostaria de citar dois exemplos: a) Em 1997 Peter Ireland publicou um artigo no Journal of Monetary Economics deixando claro que a política monetária do FED (inclusive sob o comando de Alan Greenspan) tinha dado mais sorte do que juízo. Esse artigo foi solenemente ignorado na literatura (o que é uma surpresa dada a importância do autor, do periódico e do tema abordado). Tivesse esse artigo gerado uma profunda reflexão sobre a política monetária americana, e talvez a crise atual não estaria ocorrendo. Mas os economistas de mercado eram incapazes de compreender a tecnicalidade e as implicações do artigo, e os acadêmicos foram acomodados demais para provocar uma discussão aberta com o até então “gênio” Greenspan; e b) Paul Krugman. Krugman é o exemplo mais claro da desonestidade dos economistas (mas está longe de ser o único). Ele está pronto para a qualquer momento dizer qualquer coisa, desde que isso aumente sua popularidade. Acho que o sonho de Krugman é ganhar o concurso de Miss Simpatia. Mas não devemos achar que Krugman é o único, outro prêmio nobel de economia (e certamente um dos maiores de todos os tempos) também mostrou pouca credibilidade. Refiro-me a Robert Lucas. Lucas assinou um documento CONTRÁRIO a ajuda ao setor financeiro nos moldes propostos por Geithner/Bernanke. Menos de três meses depois Lucas vêm a público dizer que a ajuda estatal nos moldes da sugerida por Bernanke era a menos ruim possível. Mas a lista de desonestos é longa, veja bem: se os editores da American Economic Review publicam sem cessar na revista em que são editores, como podem eles cobrar moralidade de um Secretário do Tesouro ligado a bancos?

No fundo no fundo, o maior problema dos economistas é almejarem ganhar o prêmio de Miss Simpatia. Nossa profissão implica em tomar decisões difíceis, que muitas vezes trarão prejuízos no curto prazo. Quando um economista é bem quisto é porque tem algo errado. Economista não foi feito para ser amado, mas para ser temido.

2) Quais as causas desse problema? São as escolas de pensamento econômico? São as escolas de economia? São os incentivos individuais?

Resposta) São três os problemas principais: a) não há como se negar que economia é uma ciência muito difícil, poucos tem a habilidade de compreendê-la. Entender o arcabouço econômico demanda tempo, dedicação e uma grande dose de raciocínio abstrato. Para se ter uma noção da dificuldade da economia fale com um matemático ou um físico. Você verá que apesar deles terem uma habilidade matemática enorme, geralmente são incapazes de entender conceitos simples de economia tais como a importância do mecanismo de preços (não é coincidência que matemáticos e físicos sejam defensores de economias centralmente planejadas); b) para ensinar economia é necessário antes saber economia, e a maior parte dos professores não sabe. Isso ocorre porque é muito mais fácil culpar o mercado, ou o imperialismo, ou qualquer outro monstro, do que sentar e estudar. Para se protegerem de sua ignorância, tais professores estreitam suas ligações com grupos políticos e defendem a posição desses grupos. Posições essas que na maioria dos casos pouco tem em comum com a teoria econômica; e c) os incentivos favorecem a adoção de posições medianas em detrimento da posição academicamente mais defensável. Veja bem, quando se é um ignorante o melhor é repetir o que a opinião mediana repete. Afinal, esse comportamente minimiza sua chance de ser desmascarado. Contudo, isso gera um bando de economistas apenas SANCIONANDO a opinião pública, ao invés de esclarecê-la na direção correta.

3) Qual e' o papel de financas, como conhecimento, nessa crise? ela criou e/ou agravou a crise?

Resposta) No final do dia eu não culpo o pessoal de finanças, eles são como café-com-leite. Não dá pra levar a sério. Acho que finanças se encaixa bem no perfil do incompetente: é um cara sem conhecimento achando que sabe mais do que todo mundo. Numa economia de mercado eles seriam rapidamente postos para fora. O problema é que nós, os economistas, fizemos de tudo para limitar o mercado. Num mercado limitado, com pouca competição e repleto de legislação específica, criou-se a necessidade de um profissional capaz de entender um pouco de leis e um pouco de matemática. Como os craques em direito e em matemática não ocuparam esse mercado, ele ficou disponível para aquele profissional que sabe um pouco de direito, um pouco de contabilidade, um pouco de matemática, e um pouco de técnica bancária. No Brasil uma pessoa com esse perfil vira funcionário público, nos EUA virou o cara de finanças.

Para ser honesto, o pessoal de finanças não pode ser culpado por nada dessa crise. O motivo é simples: eles fizeram o que era esperado que eles fizessem, ou seja, perderam o dinheiro. A única coisa que me irrita no pessoal de finanças é a choradeira. Não gosto de criança chorona. Note que o pessoal de finanças justificava seu salário mais alto dizendo que eles operavam num ambiente de maior risco. Como é de se esperar, quando se opera num mercado de alto risco um dia você vai perder muito. Foi justamente o que aconteceu. Além disso, para proteção contra sua própria ignorância, o pessoal de finanças sempre apoiava a opinião mediana. Quando esta se mostrou equivocada todos perderam muito dinheiro de uma única vez. Claro que uma pessoa mal intencionada pode dizer então que a crise atual é culpa da incompetência do pessoal de finanças. Eu discordo dessa visão, culpado é quem confiou em pessoas tão despreparadas assim.

4) Você ensinou nos EUA numa business school, qual a sua opinião sobre os profissionais de finanças?

Resposta) 50% do pessoal de finanças é igual ao time do Cruzeiro. O time do Cruzeiro é famoso por pegar jogadores que não deram certo no Rio ou em São Paulo e levar pra lá. Finanças faz o mesmo com economistas, pega economistas que não estão se saindo bem na profissão e levam eles pro departamento de finanças. A outra metade do pessoal de finanças é simplesmente abaixo da crítica. São profissionais incapazes de realizar qualquer coisa parecida com pesquisa acadêmica. Além de lecionar numa Business School também estudei numa outra, e a percepção é a mesma. Pesquisa para um cara de finanças é ficar olhando um gráfico procurando a letra M (é sério!!!).
O nível dos doutores em finanças está tão baixo que eles estão perdendo muito espaço para os economistas, mesmo dentro do departamento de finanças. Esse movimento é tão sério que a associação de classe, que cuida do credenciamento de cursos de finanças, está exigindo uma porcentagem mínima de doutores em finanças para validar o curso. O mesmo ocorre com accounting (contabilidade).
A impressão que tenho de um curso de finanças é que os alunos passam 4 anos lá aprendendo como passar gel no cabelo e como palitar os dentes. Afinal, em finanças eles seguema a máxima de Mark Twain: “É melhor manter sua boca fechada e deixar as pessoas pensarem que você é um tolo do que abrí-la e acabar com as dúvidas”.

5) O Fred vai jogar no Fluminense, ou a diretoria só está fazendo essa palhaçada para irritar o torcedor? O Flu vai ser campeão de alguma coisa esse ano, ou porra nenhuma, as usual?

Resposta) Diretorias só servem para duas coisas: roubar e irritar os torcedores, espero que a do Flu esteja apenas nos irritando. Minha longa experiência em botecos assistindo a jogos de futebol me ensinou uma coisa: 5% do sucesso de um time depende daquilo que os comentaristas falam (habilidade, preparo físico, tática, etc.); outros 5% dependem de sorte pura e simples; os 90% restantes dependem de tradição e pagamento em dia. Tradição o Fluminense tem, falta pagamento em dia. Como a diretoria dos outros times do Rio consegue a proeza de ser pior do que a nossa, creio que é capaz do Fluminense atrasar menos os salários do que os outros. Assim creio que, conforme manda a tradição, o campeonato carioca está no papo. Também acho que o Fluminense tem boas chances na Copa do Brasil. Afinal, um campeonato onde Grêmio e Cruzeiro são os maiores ganhadores não pode ser difícil de vencer. Por fim, se o Flu fizer igual ao São Paulo (isto é, comprar toda comissão de arbitragem) acho que o título de campeão brasileiro também é possível.

Ataque de Araque?

Crescem as duvidas sobre o ataque a brasileira na Suica.

John Taylor Sobre a Crise: A Culpa do Governo

Segundo o macroeconomista de Stanford: "My research shows that government actions and interventions -- not any inherent failure or instability of the private economy -- caused, prolonged and dramatically worsened the crisis".

A Voz do Povo é a Voz de Deus

Sem dúvida.

Thursday, February 12, 2009

O Bode Trombadinha

Bode é preso acusado de tentar roubar carro na Nigéria.

Impagável, a Burrice do Governo

Acompanhem o desperdício monumental, inédito na história da humanidade, no portal Stimulus Watch. Um exemplo: Forks of the Road Heritage Trail. This project would greatly enhance one of the primary gateways to our city by creating an African American/Ethnic Heritage Trail along a stretch of St. Catherine Street between the Forks of the Road Slave Market Site, em Natchez no nobre estado do Mississippi, custo de $600,000,000...[hat tip, Badger].

Só a Cachaça Liberta

Do opium dos intelectuais.

E A Galera Aplaude

No comments.

El Tri Fica de Quatro

Sob o efeito de um six-pack de cerveja light ordinária e uns amendoins com salmonela, o SB por um momento achou que o bolivariano da bola, Rafa Márquez, estava jogando bem pela primeira vez na carreira. Ledo engano. Apesar do México ter jogado arrumadinho e com certa lógica, o time americano aplicou mais uma j$#@ tridimensional voadora no pé da orelha dos Aztecas. O jogo marca a emergência de um grande jogador: Michael Bradley. Amanhã, devido a comoção social ocasionada por mais uma humilhação do El Tri diante dos gringos, o sueco Ericsson volta para a Europa depois de levar mais um pé no buzanfan de la patrie.

Wednesday, February 11, 2009

Os Vermes da Civilização

Brasileira torturada na Suiça aborta gêmeos.

Finanças é Picaretagem: O Caso de Sir James

Como uma indústria pode ser regulada quando há claros conflitos de interesse? O caso no Reino Unido do picaretaço Sir James, do HBOS, ilustra perfeitamente porque o setor financeiro é indomável: "Sir James, the man who ran HBOS and who the prime minister singled out to regulate our banks and advise the government, has resigned over allegations that he sacked the whistleblower who knew his banks was taking unacceptable risks". Regulação não funciona, a única maneira de fazer os picaretas de finanças trabalhar seriamente é através do mecanismo de mercado, onde erros, excesso de risco, burrice e incompetência são punidos com a falência das firmas.

Ken Binmore: Rational Decisions

Primeiro capítulo do novo livro de Ken Binmore: Rational Decisions.

Fechem o FED!

O cherchez la femme da economia é o governo. Se há problema econômico podem apostar que o governo está por trás dele. Na mesma medida, se há problema ou crise no sistema financeiro, não há dúvida de que o banco central tem culpa no cartório. Este artigo na The American Conservative faz um ponto adicional, sobre o excesso de poder do FED, quando diz: "It’s not surprising that arguments against the Fed are finally resonating. Since the crisis began in 2007, Fed Chair Ben Bernanke has engaged in all manner of emergency activity, much of it unprecedented and of such dubious legality that even some of those who may reject or be unfamiliar with arguments against the Fed have begun to wonder about the unaccountable power this institution wields over the economy".

Monday, February 9, 2009

You Don't Know What You're Doing

Berrou a galera e finalmente deram um bico no Filipão, que estava de sacanagem no Chelsea, principalmente depois de ter trazido o Denilson lusitano, uma piada chamada Quaresma.

A-Rod = A-Fraud = A-Roid

Depois de Bonds e Clemens, agora acusam Alex Rodriguez de usar steroids. Esse circo da MLB já acabou com a carreira e legado de McGwire, Palmeiro e Sosa. Pretendem macular as carreiras de todos os grandes jogadores. Acusam os jogadores de usar substâncias proibidas quando não havia proibição. Revelam testes anti-dopping que por acordo deveriam ser destruídos. Resta a pergunta: Quem e por que querem exterminar o baseball? Quantos paulistas estão por trás disso? O SB especula que haja um complô universal para acabar com o futebol brasileiro e o baseball das grandes ligas.

O Camundongo que Ruge

O presidente do Equador expulsa diplomata americano. Ele não sabia que o diplomata ja havia saido do pais...

Mais Uma Engabelação Financeira

Mais uma jogada de Robert Merton: SmartNest.

Sunday, February 8, 2009

Os Corruptos Juízes Italianos

O leninista e defensor de terroristas que por acaso ocupa o ministério da justiça da selva tem razão em achar que a justiça italiana é uma merda quase tão péssima quanto a brasileira. Se é que ele se refere aos juízes italianos, aos juízes de futebol. Mais uma vez a Juventus vence um jogo escandalosamente roubado. Graças ao esforço paulista em exterminar o nosso futebol, o futebol italiano é hoje a referência e modelo seguido pelo futebol brasileiro.

Fora Filipão

Ano passado Avram Grant foi perseguido e defenestrado do time por ter levado o Chelsea a 3 vice-campeonatos [Copa da liga, Campeonato Ingles e Campeonato Europeu]. Filipão vai conseguir a proeza de nem se classificar para o campeonato europeu do ano que vem. Atorcida finalmente ja esta pedindo sua cabeça [cabeça é exagero, cocoruto].

Saturday, February 7, 2009

Os Boysinhos Selvagens

Jovens no DF filmam e colocam vídeos de brigas no YouTube.

A Bola da Vez Depois de Iceshitland

Depois que a economia da Islândia derreteu, quem a seguirá? A FP aponta cinco cloacas prontas para implodirem: Reino Unido, Latvia, Grécia, Ucrânia e Nicarágua. Mas como deixar os favoritos de sempre: Brasil, México, Argentina e Rússia de fora?

The Economist Sobre a Crise Financeira

"But more recently something went awry. Through insurance and saving, financial services are supposed to offer shelter from life’s reverses. Instead, financiers grew rich even as their industry put everyone’s prosperity in danger. Financial services are supposed to bring together borrowers and savers. But as lending markets have retreated, borrowers have been stranded without credit and savers have seen their pensions and investments melt away. Financial markets are supposed to be a machine for amassing capital and determining who gets to use it and for what. How could they have been so wrong?

Finance is increasingly fragile. Barry Eichengreen of the University of California at Berkeley and Michael Bordo of Rutgers University identify 139 financial crises between 1973 and 1997 (of which 44 took place in high-income countries), compared with a total of only 38 between 1945 and 1971. Crises are twice as common as they were before 1914, the authors conclude"
.

Modelos Matemáticos e o Colapso Financeiro

Mais uma razão para retirar o Nobel de Merton e Scholes: The Black-Scholes options-pricing model was more than a piece of geeky mathematics. It was a manifesto, part of a revolution that put an end to the anti-intellectualism of American finance and transformed financial markets from bull rings into today’s quantitative powerhouses. Yet, in a roundabout way, Black’s approach also led to some of the late boom’s most disastrous lapses.

Do Catolicismo ao Comunismo

O homem que ajudou a transformar a igreja católica no Brasil num aparelho comunista.

Friday, February 6, 2009

Entrevista com Robert Barro

Excelente entrevista com o grande macroeconomista de Harvard, Robert Barro [Dica Incentives Matter]. Barrão aproveita a oportunidade para espinafrar o ideólogo Paul Krugman:

Do you read Paul Krugman's blog?

Just when he writes nasty individual comments that people forward.

Oh, well he wrote a series of posts saying he thought the World War II spending evidence was not good, for a variety of reasons, but I guess...

He said elsewhere that it was good and that it was what got us out of the depression. He just says whatever is convenient for his political argument. He doesn't behave like an economist. And the guy has never done any work in Keynesian macroeconomics, which I actually did. He has never even done any work on that. His work is in trade stuff. He did excellent work, but it has nothing to do with what he's writing about.

I'm not in a position to...

No, of course not.

I'm not in a position to know things like the degree to which Paul Krugman counts as a relevant expert on new Keynesian economics.

He hasn't done any work on that. Greg Mankiw has worked in that area.

Giordano Bruno

No dia 17 de Fevereiro vamos celebrar 409 anos de mais uma contribuição da igreja católica para a ignorância e atraso da humanidade, a execução de Giordano Bruno. Aqui uma resenha estranhamente simpática publicada na America, The National Catholic Weekly, da biografia de Bruno escrita por Ingrid Rowland. Seria uma grande oportunidade para o Papa Bento XVI, aquele que reabilita bispos nazistas, de descarbonizar um pouco o filme e fazer alguma coisa útil: Reabilitar Bruno.

Duelo de Titãs, da Imbecilidade Universal

Mangabeira e Minc travam nova polêmica.

O Canalha que Destruiu o Mundo

Abdul Qadeer Khan.

Thursday, February 5, 2009

Jesus Te Ama

Regininha Poltergeist vira evangélica

The Dumbest Generation

Qualquer pessoa que tenha lidado com os millennials, a geração de pequenos petistas super-alimentados que cresceu recebendo troféus sem vencer uma única partida e que conversa ouvindo rap em ipods, não pode ter qualquer esperança de que as coisas vão melhorar no futuro. Preguiça, alienação, tédio e ignorância são apenas alguns dos atributos desses jovens, em parte vítimas dos pedagogos modernos que pregam a satisfação dos alunos como o principal objetivo da educação. Mark Bauerlein, em seu livro The Dumbest Generation, disserta sobre um dos principais problemas relacionados a essa geração, que é o fundamento da democracia americana, a cidadania. O artigo elabora um pouco mais: "Why is it important for students to read and excel in school? This question may seem obvious, but Bauerlein’s answer is telling. If children do not read and learn, he writes, they betray their civic duty. Bauerlein believes that the purpose of education is to cultivate a responsible citizenry, and that a democracy cannot focus solely on the intellectual elite. But what if Bauerlein stopped castigating a generation he believes is ignorant of history and stupefied by technology—and thus incapable of civic engagement and responsible voting—and took a more pragmatic view based on current realities?"

A Educação Brasileira do Guru Bourdieu

Olavo de Carvalho desmonta os fracos argumentos de Pierre Bourdieu e seu nonsense de violência simbólica.

Finalmente um Juiz Sério

Sentença do Segundo Juizado Especial Cível de Campos dos Goytacazes, assinada pelo juiz Claudio Ferreira Rodrigues.

Joelma e Chimbinha Vão Dominar o Mundo

E de quebra vão ganhar o Nobel da Paz.

Wednesday, February 4, 2009

Nigerianos Invadem a China

Nada como o laissez passer para vermos as coisas mudarem rapidamente. Vejam essa reportagem sobre o crescimento da comunidade nigeriana no sul da China.

Mais um Motivo para Retirar o Nobel de Merton e Scholes

Segundo o professor da GSB de Chicago, Luigi Zingales: "The current crisis is the direct consequence of the Long Term Capital Management bailout orchestrated by the Federal Reserve of New York ten years ago. It was the conviction that the Fed would always intervene to rescue traders in a liquidity squeeze that induced banks and financial institutions to leverage up to and take increasingly aggressive gambles".

Bresser, O Boçal

O enrustido marxista Bresser Pereira, uma remora da FIESP, ex-capacho do capitalismo de fundo de quintal das Casas da Banha [ou seria do Jumbo?], ministro de todos os governos da república, mas sempre na oposição, agora faz uma elegia [sem versos hexâmetros e pentâmetros alternados] ao monumental anão bolivariano Evo Morales... só mesmo a selva para produzir uma peça dessas.

Um Pouco de Teoria dos Jogos

Sobre o Ultimatum Game e um pouco sobre o que e' justo.

Entrevista com Olivier Blanchard

O grande economista do MIT fala da crise financeira e aponta a quebra do Lehman Brothers e a subsequente queda no consumo como os momentos definidores da crise.

Tuesday, February 3, 2009

O Comunista Honesto

Comunista honesto é como ex-viado, uma criatura mítica, inexistente. Vejam o caso desse paladino da moralidade pública brasileira, que se revela um picareta, gazeteiro, mau-caráter típico, como soy acontecer a qualquer comunista que se preze. Notem que quem dá a notícia e o esculhamba é ninguém menos que o impoluto Zé Dirceu

O Profundo Pensamento dos Gênios das Finanças

Explicado em detalhe por Bird e Fortune [h.t. Incentives Matter].

Brasil Paraíso dos Bacharéis

O deputado italiano Ettore Pirovano, do partido conservador Liga Norte, ironizou nesta sexta-feira o trabalho de juristas brasileiros ao comentar o refúgio político concedido ao ex-militante de esquerda Cesare Battisti. "Não me parece que o Brasil seja conhecido por seus juristas, mas sim por suas dançarinas", disse Pirovano.

Spread Bancário

Num país em que todos, todos, os jornalistas econômicos são analfabetos, aparentemente há um trade-off entre escrever bem, de forma sucinta e objetiva, e entender de economia. Adolfo Sachsida é uma exceção; ele explica porque o spread bancário na selva é tão alto.

Segurança Nacional Sem Força Militar

As Secretary of Defense Robert Gates has noted, the national security community continues to devote the vast majority of its resources to preparing for conventional ­state-­on-­state conflicts, but “the most likely catastrophic threats to our ­homeland—­for example, an American city poisoned or reduced to rubble by a terrorist ­attack—­are more likely to emanate from failing states than from aggressor states.” For that reason, Gates has been a vocal advocate of increasing the resources devoted to accomplishing U.S. objectives abroad without relying on military power.

Desbushficação

Dez ordens executivas de Bush que devem ir para o lixo.

Monday, February 2, 2009

Fuck for Forest

Vejam o que propõem os hominídeos da espécie Homo erectus reunidos no Fórum Social Mundial.

Um Intelectual

Para alguns ser considerado um "intelectual" é um elogio. Um intelectual é um imbecil pretensioso que não sabe nada do que aparenta saber e sempre fala besteira com autoridade. Para ilustrar essa figura considerem esta entrevista com um boçal gaulês, Alain Badiou: "Having begun its journey four centuries ago, capitalism, even unbridled, is much older and archaic that all the radical lines that one opposes to it. Let us cease considering that liberalism, fashionable in the 1840s, embodies modernity and reform. It is Communism which is a new idea in Europe". Jesus F*&$%ing Christ...

Como o Governo Piora a Crise

Artigo de Cole e Ohanian destruindo um mito: "The New Deal is widely perceived to have ended the Great Depression, and this has led many to support a "new" New Deal to address the current crisis. But the facts do not support the perception that FDR's policies shortened the Depression, or that similar policies will pull our nation out of its current economic downturn".

Sunday, February 1, 2009

Mashida, O Melhor do Mundo

Num esporte em que para ser campeão é preciso perder, o baiano Lyoto Machida é uma exceção. Ele sabe lutar, tem técnica, força, inteligência. Logo não pode ser um campeão nesse esporte de Neanders. Ontem ele distribuiu tanta, mas tanta porrada no pitecantropus Thiago Silva, que a gente até sentiu peninha do caveman.

O Invicto Filipão

Ele bem que tentou, como sempre pôs em campo um time para não perder e não jogar bola. Foram 88 minutos de mediocridade absoluta, do mais puro anti-futebol imaginável. Com aquele meio de campo que faz de Pires e Mococa dois gênios do esporte, Filipão se esforçou ao máximo para piorar o que todos achavam que era impossível piorar. Disse para Ballack, ao invés de atrasar todas as bolas apenas dois metros, você as bica pra trás, vê se acerta o Alex. Para Mikkel ele disse: Mikkel você não precisa fazer nada excepcional, basta ser você mesmo. Para garantir que o Chelsea não faria nenhum gol e espantaria todas as bolas da área do Liverpool, Filipão resolveu reforçar ainda mais o ataque, escalando Malouda e Kalou como supporting cast do Anelka. Mas fica difícil, Filipão ainda não entendeu que há conflitos de interesse no time. Não é possível ser ao mesmo tempo revendedor da Perdigão e goleiro profissional, como o frangueiro de Praga. Filipão até hoje não descobriu o nome daquela fruta que joga na lateral esquerda, que passa o jogo todo escondida, mas que hoje resolveu aparecer para fazer a jogada sensacional do segundo gol de Torres. Agora só falta mais uma derrota Filipão, para o Arsenal, para perder todos os clássicos do campeonato. Mesmo sem ter fé a gente acredita piamente que você vai conseguir esse recorde.